Quantas vezes não acontece de você sair de casa e esquecer a chave, vestir a roupa errada para aquele treino, esquecer o protetor… E passar aperto e raiva durante todo o treino.  Quantas vezes não saí para correr com a calça errada, aquela que precisei segurar durante toda a corrida para que não ficasse escorregando pela barriga e cofrinho.

Essa é uma checklist para você amiga que está aprendendo a pedalar na cidade e não vai passar raiva e nem apuros no meio do caminho. Palavra de quem já passou de um quase tudo. Teve um dia que eu tava tão destruída que quase chamaram um resgate para mim, porque fui treinar maquiada e sem uma toalha de rosto adequada para a ocasião

Vem comigo e não passe vergonha e nem raiva.

Porque o ciclista é aquela pessoa que parece cheia de noves horas, mas na real não é. Tudo que usamos tem um motivo, posso te assegurar como sendo essa pessoa que acreditava que a gente só precisava da bicicleta para ser feliz.

  1. Dinheiro

O dinheiro é auto explicativo amiga, mas leve numa bolsa impermeável se for em formato de cédula. Elas umedecem e podem rasgar. Prefira os cartões se o horizonte for a cidade.

  1. Chaves

Você não apenas vai levar suas chaves mas vai guardá-las em local adequado. Pendurar o chaveiro na bicicleta é a pior das ideias. Coloque no bolso traseiro da sua linda camiseta de ciclista ou no bolso da bermuda. Nunca em outro lugar. E não se esqueça de que agora você tem as chaves de casa e as dos cadeados da bicicleta.

  1. Iluminação

Sua bicicleta precisará contar com iluminação traseira e dianteira. Pode aumentar as apostas, colocando também luzinhas no capacete. Outras opções podem ser usar coletes e adesivos reflexivos. É você visível sempre, mesmo na ciclovia. Não se engane, existem muitos ciclistas barbeiros também.

  1. Capacete

Essa é uma briga, porque muitas mulheres negras não querem usar capacete para não desalinhar o black. Verdade amigas e estou com vocês mas depois de conversar com uma vítima do trânsito, a gente percebe a irresponsabilidade do rolê. Nunca deixe de usar esse equipamento e faça dele uma querida amiga.

Leve o garfo pra recolocar o black no lugar e abuse de bonés.

  1. Água

Ninguém esquece de levar água, mas muitas de nós vão aprender que o modo de armazenar a mesma pode sim fazer toda a diferença no treino e no nosso humor. Para as ciclistas, minha aposta é a mochila de hidratação.

  1. Fita Anti furo

Andar de bicicleta fixa ou speed pode ser um exercício de paciência. Sobretudo no começo quando estamos aprendendo a andar na cidade e acabamos furando nossos pneus a cada meia hora. Uma fita anti furo foi o que me ajudou nessa hora, porque sem ela era semana sim e semana não de furo.

  1. Campainha

A campainha é coisa séria, pois serve para sinalizar nosso respeito aos pedestres que muitas vezes nós também somos. Escolha um modelo que possa ser ouvido mas evite aqueles que são mais altos que a ocasião demanda. Porque você quer avisar mas nunca assustar quem está na sua frente, o que inclusive pode causar acidentes.

  1. Freios

Os freios precisam estar ajustados e você precisa saber usá-los sem precisar pensar demais. Isso é muito fácil nas bicicletas de passeio mas não nos modelos de estrada. Você precisa inclusive entender que em situações diferentes, vai precisar ter pegada e força diferentes.

Por exemplo, descendo uma via muito rápida em que os carros não são em nada simpáticos à sua presença. Imagine inclusive que precisará treinar sua mente para não frear para não provocar colisões com outros ciclistas ou carros que quem atrás de você.

  1. Protetor solar

Você precisa prever que haverá sol e você estará suando. Isso significa que são bem-vindos bonés, protetores labiais, roupas adequadas e óculos para ciclismo. Esses últimos podem prevenir quedas, por causa de insetos entrando em seus olhos em grande velocidade. Pois é, nada no ciclismo é frescura como parece.

  1. Bermuda de ciclista e luva!

Esse é um dos itens mais caros e mais subestimados dessa lista. Não por acaso está aqui, no último lugar. Comprar ou não esse equipamento pode ser a diferença entre aguentar alguns quilômetros a mais. No meu caso, já consegui fazer treinos duas vezes mais longos por causa dela, sem ter dores excruciantes na virilha.

E o que quero dizer por dores excruciantes significa ter de descer imediatamente da bicicleta sem conseguir andar. E não adianta tentar colocar acolchoados, pedaços de gel ou coisas parecidas na roupa íntima. Nada, absolutamente nada confere o mesmo conforto que uma boa bermuda de ciclista. Só não esqueça de verificar a abertura das pernas, porque podem ser muito apertadas e você ao invés de ter conforto, vai ter problemas.

E a gente quase esquece a luva. Nunca amiga. Elas realmente fazem toda diferença na capacidade de pedalar mais sem bolhas nas mãos, sem escorregar quando precisa segurar com firmeza o guidão. Mas compre aquele modelo com os dedinhos para fora, para facilitar sua vida.

E se quiser saber um pouco mais sobre pedalar na cidade, vem comigo. Faltou alguma coisa, conta aqui nos comentários que a gente quer e precisa saber!

Imagem: onetwo-t: “Biking in Firenze