Essa semana a gripe tomou conta deste corpo, estou toda doída e com febre. Difícil pensar em treinar nesses ocasiões em que a gente só quer um pouco de café ou chá quentes. Mas nem tudo foi tragédia, deixa eu te contar: voltei a nadar! Ai que delícia, ai que coisa boa. Já nem lembrava mais como era a sensação de nadar sem qualquer compromisso.

A planilha era bastante simples!

300 m de aquecimento

100 m com prancha
100 m com flutuador
100 m com palmar
3 vezes

100 m crawl forte
200 m solto

Mas não pode fazer nada disso. Os equipamentos da piscina não estavam disponíveis. E eu não tenho os meus. Então foi só chegar na piscina e ficar indo e voltando muitas vezes até completar a quilometragem. Fiz os 1500 m em uma hora. Pra você ter uma ideia do que isso significa, eu costumava fazer a distância de 2000 m nesse mesmo tempo.

Pela primeira vez na minha vida foram os braços que se tornaram um grande desafio. Eu nem tinha forças para ficar com falta de ar! Isso pra mim foi um grande exercício de humildade, de reconhecer que a natação além de um grande desafio mental, também é um grande desafio físico pra mim. Então o treino foi muito produtivo.

Um dia para ficar na memória. A toquinho combinando com maio e com o óculos.

Também foi muito bacana encontrar algumas pessoas! Reaprender a fazer coisas básicas como pegar a carteirinha certa, a toalha, a sandália. Mas o ponto alto dessa história toda foi escolhido meu novo maiô. Eu não queria nada preto, azul marinho, sem graça. E inspirada na alegria das mulheres negras, acabei encontrando uma peça barata e muito bonita que me inspirou a iniciar uma nova fase desse projeto.

Acho que muitas vezes eu aceitei sofrer pelo criador. Mas agora entendo que isso não deve acontecer. Essa temporada ficarei suportável, quero tudo estampado de flor, da minha cor, de coisa boa. Espero que eu possa encontrar sempre coisas tão lindas para inspirar o movimento. E que a diversão e prazer nunca sejam com coadjuvantes nessa busca.

Possivelmente não serei a mais rápida, mas estarei sempre sorrindo. Ainda mais quando podemos comemorar mais um Outubro Rosa, com todo respeito a todas aquelas e aqueles que não podem fazer o mesmo. Aproveitando para te convidar a conhecer a série de posts que estamos fazendo respeito. Prevenir faz bem!

Imagem: arquivo pessoal. Imagem: arquivo pessoal.