Pés, esse é o assunto do dia.

Andar muito, com chinelo ou tênis, pode fazer nossos pezinhos sofrerem. As rachaduras ficam ainda mais evidentes, a pele fica ressecada e as micoses podem se tornar um grande problema. O uso prolongado de sapatos e botas fazem os calos aparecerem sem pedir licença. E quem foi a corredora que jamais perdeu uma unha para um trauma e ainda tendo que esperar algumas semanas para aquele pedaço sem vida de cutícula cair.

Ó vida, ó azar! Já me lembro dos meus tênis de corrida prediletos, que duram muito, podem ser usados para ir a qualquer lugar e são muito baratos. Mas que machucam muito a unha do dedo do meio. Que terrível! nada pode ser perfeito nessa vida. Então a gente vai sofrendo com a dor depois daqueles treinos de corrida mais puxados e durante a semana, quando tem que usar aquele par em específico. Pois é, nem todo mundo consegue revezar de tênis, fazer o quê, é a vida.

Hora de fazer carinho nos pés.

Nada melhor que aquela sensação de fresquinho, as unhas bem feitas e nenhuma dor, ai meu deus!

Unhas perfeitas

Tem coisa que só uma podóloga resolve mas enquanto isso a gente pode fazer uns truques. Tenha um alicate para chamar só de seu, lixa, espátula, tesoura e uma pequena escovinha. Vale a pena, depois de colocar os pés de molho, de cortar as unhas e empurrar a cutícula com uma espátula própria para isso depois que a cutícula estiver amolecida com seu creme favorito. Agora é só usar a escovinha para eliminar os excessos de pele e lavar em água corrente.

Seus pés estão prontos para se divertirem!

Seus pés com uma pele nova e macia

Um dos problemas pode ser uma pele ressecada, que podem provocar rachaduras e dor. Para infeccionar pode ser um pulo. E aquela aparência de poucos amigos quando nada parece resolver? Simples amiga, a sua palavra mágica é esfoliação com produtos caseiros. Uma boa receita pode ser uma misturinha bem básica mas potente de 5 partes açúcar para uma de azeite. É adequado passar na os calosidades e rachaduras a cada 5 dias se a situação estiver muito grave. E no mínimo a cada duas semanas. Aos poucos a pele morta será substituída por uma nova e macia!

Se você tem pressa, utilize lixas para os pés antes de fazer esse tratamento. Isso potencializa o efeito da mistura e ainda promove uma rápida troca de pele. Se você estiver com muita pressa, use mel como máscara para os pés. Além de cicatrizante, ele também é hidratante e o resultado é impressionante. Para quem está em movimento, a vantagem é que não haverá riscos de as rachaduras se tornarem doloridas.

Alho pra vida e para os pés andarem

O alho é uma arma excelente contra miscoses, apesar de não ser tão prático quanto uma pomada de farmácia. Vocês vai precisar de um ou dois dentes, cortados em pedaços bem pequenos e colocados em água quente o suficiente para você conseguir permanecer com os pés dentro. Está aí a receita de um escalda pés milagroso. Garantimos seu pé de volta em menos de 30 dias. A verdade é que nem tudo é perfeito e o cheiro não é dos melhores. Tente mesmo assim, porque vale muito a pena. Para ir até as últimas consequências, utilize sal groso desses de cozinha para relaxar ainda mais.

Um arsenal simples

Uma meia e muito óleo de amêndoas são tudo que vocês precisa para dormir quentinha e ficando mais linda enquanto dorme. Para quem não sofre de micose e sudorese nos pés, abuse da quantidade e veja o milagre acontecer. Duas vezes por semana farão a pele e as cutículas dos pés ganharem vida nova. Isso faz com que a pele morta fique mais molinha e você possa inclusive tentar aquela famosa técnica de parar de usar alicate. O beneficio para triatletas são unhas mais resistentes e mais bonitas, porque não?

Seus pés transpiram demais?

Triatletas e corredores transpiram. Mas existem algumas pessoas que suam de acordo com o nível de ansiedade. Sou uma delas, tem horas que as mãos pingam e os pés ficam encharcados. No primeiro caso tem o desconforto social, no segundo o risco de micoses. Uma boa solução é escalda pés hidratante. Basta jogar um pouco de azeite em água quente e mergulhar os pezinhos até esfriar. Depois você pode secar bem a área e usar uma lixa para retirar o excesso de pele morta.

Não acaba com a sudorese mas também não ajuda a piorar, o que é tudo que a gente precisa. Porque se colocar creme diretamente na área pode provocar um aumento da transpiração, o que é tudo que a gente não quer. Costumo fazer isso antes de dormir, no dia anterior a algum compromisso em que usarei sandálias por exemplo. No dia, não uso nada para ter certeza de que o aspecto de ressecado será e não terei problemas com suor se transformando em um cenário de horror.

Chulé nem pensar

Vergonha, essa é a verdade. É o que as pessoas sentem por causa do chulé, mas não precisa ser assim. Se o assunto é o mau odor, vamos vinagre de maçã e de vinho branco, com uma parte para 8 de água. Receita para um escalda pés que vai deixar seus pés livres de odores e bactérias. Imediatamente. Se você precisa de uma solução mais rápida, tente passar um pouco de vinagre diretamente sobre os pés limpos e seque os bonitos antes de colocar os sapatos, que aliás também podem ser higienizados com a substância. Se tem mais tempo, aumente as apostas combinando essa receita com o uso de leite de rosas depois de todo o processo.

Para as mais corajosas

Pra terminar, um escalda pés ao contrário, com água e gelo. Isso vai ajudar na recuperação após treinos exaustivos e dar uma levantada na moral da tropa. Nesse inverno ou no calor, não tem coisa melhor. O ideal era ter a oportunidade e a coragem de fazer como os atletas profissionais que podem se dar ao luxo de fazer isso no corpo inteiro, mas enquanto não estamos ricas… Vamos buscando alternativas possíveis e que melhoram o desempenho.

Uma boa semana de treinos pra gente! E se gostou desse post, comente e não se esqueça de curtir nossa página.

Imagem: Skinologie Medical Spa