Diário

Passa a régua, janeiro

Amiga, passamos por um mês inteirinho de autocuidado e reflexões. Espero que nesse mês que passou você tenha tido a oportunidade de se cuidar, de pensar um pouquinho mais sobre seus sonhos, sua saúde, as coisas que deseja conquistar e viver daqui pra frente. Que você tenha tido a oportunidade de perceber o quanto sua vida é valiosa, não apenas para sua família, mas para a sua comunidade. Esse é o meu desejo, apenas.

Parece que foi ontem que retomamos esse espaço e foi bastante cansativo mas recompensador adotar uma rotina mais consciente de movimento e compromisso em compartilhar tudo isso com você.

O que deu muito certo foi me concentrar em entender o que é autocuidado para mim e porque estou aqui fazendo tudo isso, nesse momento. É aqui que sou uma parte de mim que não tem espaço em outras horas do dia, é aqui que estão grande parte dos meus sonhos como pessoa. É aqui que deposito minhas pequenas grandes vitórias e também os medos que não ouso sequer olhar em outras ocasiões.

É aqui que me sinto segura para inclusive admitir vulnerabilidades e os sonhos mais malucos, é aqui que me planejo para treinar apesar de todas as dificuldades e assim me fortaleço. Obrigada por você que tem vindo aqui saber como andam as coisas e também buscar um conteúdo que tenho criado com tanto amor!

Também foi bacana adotar uma rotina de sono mais bonitinha, consegui diminuir as noites de insônia através da caminhada. E como consequência, deu muito certo colocar a alimentação no lugar com jejum intermitente e reeducação alimentar.

A parte ruim é que, assim que comemorei meus 20K, as coisas começaram a sair dos eixos por conta de compromissos familiares que acabaram me fazendo sair da rotina. É isso, é fácil começar mas parar também é. Então lá vamos nós recomeçar tudo outra vez depois de duas longas semanas sem caminhar apesar da intensa atividade física, o que me deixa com a consciência menos culpada.

O mês de fevereiro está chegando e a meta é dobrar (opa, sim) a quilometragem de janeiro, conseguimos? E que mais? Também quero falar sobre os benefícios da atividade física para quem teve câncer de mama, porque no dia 04 a gente lembra o Dia Mundial do Câncer: você já pensou em levar um estilo de vida mais saudável considerando os fatores de risco como alimentação e uma vida sem tabaco? Se não, esse é o momento: foram 596 mil novos casos da doença em 2016, ano do último levantamento do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Vamos juntas?

Só fica esperta porque a partir de hoje você recebe nossos posts através de nossa newsletter com (conteúdo exclusivo a partir de março) e também pela nossa conta do twitter. É a gente junta e misturada sempre.